Monday, April 19, 2010





Hoje Ouvi um poeta vivo
de sua própria boca
e ele estava meio morto
matando à queima roupa
com a língua devolvendo
o fogo da alma imenso:
E estava meio falho
E o faziam muito leve
E Ele muito Denso:
Dissolveu à flor da pele
o vício daquele apelo.

Julio Almada 

No comments:

Poemas Reclamados

Loading...