Sunday, September 13, 2009
















Sapocidio

A dama ameaça o rei.
A chuva prende os soldados.
Concentro no alcool, eu sei,
E a música liberta condenados.

Daqui parto para outro mundo
Portal dos portais, suado balcão:
Olhos de um prisma profundo
A luz flerta com o som.

Vim para beber a semana
O caldo de vida com os amigos
É sagrada essa lida profana

Prazer é servir aos sentidos
O melhor da carne humana,
Aos olhos: inocentes, não: proibidos.

Julio Almada, Poemas Mal_Ditos






No comments:

Poemas Reclamados

Loading...