Novelos e gatos

Fatos, não são, brincadeiras.
As brincadeiras, outros atos.
No, artefato das asneiras,
Um sonoro, quebrar de pratos.

Novelos, não são, gatos.
Ainda que, enredados,
Parecem, eu diria, mosaicos,
Suas brincadeiras, já são fatos.


Te vejo, observar-me.
Por quanto tempo, ainda,
Estarei eu, a enredar-me,
Na dúvida, que tomo como minha?

Julio Almada, Instantâneo Enlace

Comments

Popular posts from this blog

Heracles

A Deus Curitiba