Wednesday, September 16, 2009















Novelos e gatos

Fatos, não são, brincadeiras.
As brincadeiras, outros atos.
No, artefato das asneiras,
Um sonoro, quebrar de pratos.

Novelos, não são, gatos.
Ainda que, enredados,
Parecem, eu diria, mosaicos,
Suas brincadeiras, já são fatos.


Te vejo, observar-me.
Por quanto tempo, ainda,
Estarei eu, a enredar-me,
Na dúvida, que tomo como minha?

Julio Almada, Instantâneo Enlace

No comments:

Poemas Reclamados

Loading...