Thursday, August 28, 2014












Absinto


Amanhecer sem madrugada
Barco de fogo na tempestade
Sol eclipsado
Intimo grito de ecos
Nau de um nauseado
Toque rugoso da imensidade
Órbita difusa no nada.

Julio Almada do Livro Hora Tenaz

No comments:

Poemas Reclamados

Loading...