Saturday, April 23, 2011























Fiapos

Meu coração tem dorso de pedra
Navegou águas para esconder-se
Esfrega com frio os olhos de relva
Afogado em sua própria sede.

Meu coração tem falta de nome
Incrédulo por insólito
Sonoro por silencioso
Amante por inconforme.

Meu coração não tem coração
Partiu em suas viagens
Recorrente em busca de
Dissolveu-se.

Julio Almada

No comments:

Poemas Reclamados

Loading...