Saturday, January 03, 2009




Meninos e Meninas

Sou de poucas palavras.

Falo por demais.
Calo, as que falavas.
Falo até calar.

Canso de cansado.
Canso por cansar.
Falo e já não falo.
Falo que não falas.
Falo que não calas.
Fala que não falhas.
Se falo, falho.
Se falho,
Por que falas?

Se calas,
Não quero.
Se falas,
Não quero.

Por que calas?
Por que falas?

Aço, meu silêncio.
Aço, teu falar.
Aço, fundo corte.
Aço, um brilhar.

Fala - me


Átrio e ampulheta:
Nosso falar.
Nosso calar.

Calado falas.
Falando, calas?
Calada, falo.
Falando, calo?

As flores várias.
Sigo a espinhar - me.


02/12/2005

Livro dos Silêncios

No comments:

Poemas Reclamados

Loading...