Wednesday, November 16, 2011





Súplica

Me ames.
Farias
o inevitável
se o amor ponderado
não fosse
o imponderável
se o amor
não fosse
o temporário
se o impossível
não fosse
o necessário
se meu sempre
não fosse
o embora.




Julio Almada, Do livro Poemas Mal_Ditos

1 comment:

Annie dos Ventos said...

Bons Ventos!
Observando num cantinho da estrada.
A escuridão tocando a claridade.
Precipito numa descida que é a própria subida.
Finalmente compreendendo...
Que o que não é, muitas vezes é.
E então,moço
Ainda não percebestes?
Que não é necessário a suplica.
O que vc suplica
Já está a sua espera...

Poemas Reclamados

Loading...